Governo diz que vai retomar educação sexual e prevenção a DSTs no programa Saúde na Escola

Katy Meira
Katy Meira

Ministério da Saúde anunciou que vai liberar R$ 90,3 milhões para o programa, criado em 2007. Saúde na Escola vai focar também prevenção da violência, saúde mental e direitos humanos.

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (25) que vai retomar a educação sexual e a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis como parte do programa Saúde na Escola, criado em 2007.

Esses temas, segundo o governo, tinham sido retirados do programa na gestão anterior. O ministério informou que o Saúde na Escola, nos últimos anos, se concentrou em alimentação saudável, prevenção de obesidade e promoção da atividade física.

A pasta liberou R$ 90,3 milhões para os municípios que aderiram ao Programa Saúde na Escola. Das cidades do país, 99% estão habilitadas a receberos recursos. O governo quer atingir 25 milhões de estudantes.

As prefeituras poderão receber R$ 1 mil a mais a cada grupo de até 800 estudantes de escolas e creches públicas e conveniadas onde haja alunos em medida socioeducativas. Ou então escolas que tenham ao menos 50% de seus alunos no Bolsa Família.

Além da saúde sexual, o programa vai trabalhar temas como a prevenção de violências e acidentes, saúde mental, promoção da cultura de paz e direitos humanos.

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário