O governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, deve dar continuidade no projeto reeleição no Palácio Guanabara em 2022 a partir desta semana. Estão previstas novas mudanças no primeiro escalão do governo fluminense e elas começaram nas últimas horas. O deputado estadual Rodrigo Bacelar foi nomeado para a importante Secretaria de Governo, que era ocupada por André Lazaroni. Bacelar se tornou uma figura importante nos últimos meses no cenário politico fluminense. Foi o relator do processo de impeachment do ex-governador Wilson Witzel dentro da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Com a indicação de Bacelar para a Secretaria, quem vai voltar ao parlamento é coronal Jairo, pai do vereador Doutor Jairinho — acusado de matar, por espancamento, o enteado Henry Borel, em março deste ano. Nas últimas horas, Claudio Castro mudou o status de uma Secretaria — de sub, para Secretaria de Vitimados — e recriou a pasta do Envelhecimento Saudável. Outras novas nomeações e criações de pastas e uma possível dança das cadeiras estão previstas para acontecer ao longo das próximas semanas. Claudio Castro está de olho nas próximas eleições estaduais de 2022. Por isso, na última semana, ele trocou se partido — saiu do PSC e ingressou no PL, uma legenda com forte penetração no Rio de Janeiro e que já comandando mais de 20 prefeituras.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga