As autoridades do Vietnã anunciaram novas restrições na cidade de Ho Chi Mihn, a mais populosa do país, na tentativa de conter um novo surto de Covid-19. Com as novas medidas, cerca de nova milhões de habitantes só poderão sair de casa para atividades essenciais e reuniões públicas com mais de dez pessoas serão proibidas durante as próximas duas semanas. De acordo com o jornal estatal Vietnam News, dirigentes locais pretendem testar toda a população — totalizando quase 100 mil testes diários na cidade. Uma variante híbrida, combinação das cepas indiana e britânica, tem se espalhado rapidamente por várias cidades e províncias.

Desde o fim de abril, o Vietnã detectou mais de quatro mil casos de Covid-19 — mais que o dobro do total de 7.107 informado pelo país até então. De acordo com especialistas, a nova variante vietnamita mostra o aperfeiçoamento da capacidade do vírus de infectar seres humanos. Outros países da Ásia tomam medidas para impedir a disseminação do vírus. A partir de hoje, a China passa a controlar as viagens em Guangdong. Qualquer pessoa que queira sair da província, ao sul do país, seja de avião, trem ou carro, terá que apresentar um exame negativo para a Covid-19 realizado nas 72 horas anteriores. Guangdong registrou 20 novos casos nas últimas 24 horas. Embora os números sejam baixos na comparação com outras partes do mundo, a alta preocupou o governo local — que pensava que tinha a pandemia sob controle.

*Com informações da repórter Nanny Cox