A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que “em breve” o bloco econômico deve autorizar a entrada de turistas dos Estados Unidos que estiverem totalmente vacinados contra a Covid-19. A líder explicou que isso é possível graças ao fato dos dois lados terem utilizado os mesmos imunizantes em suas campanhas de vacinação, fazendo referência às doses da Moderna, da PfizerBioNTech e da Johnson & Johnson. No entanto, von der Leyen não deu uma previsão exata de quando as viagens serão autorizadas porque isso dependerá, segundo ela, da “situação epidemiológica”. As declarações foram feitas em entrevista ao jornal norte-americano The New York Times nesta segunda-feira, 26. A União Europeia restringiu as viagens não essenciais aos Estados Unidos há mais de um ano, mas a Grécia, bastante dependente do turismo, já anunciou que permitirá a entrada de norte-americanos mediante resultado negativo para o novo coronavírus. Enquanto isso, a Casa Branca mantém a proibição de viagens à lazer para a Europa. Atualmente, o governo de Joe Biden recomenda que a população evite ir para 80% de todos os países do mundo.