Vinte e uma pessoas morreram durante uma ultramaratona na China após enfrentarem condições extremas de clima. A corrida de 100 quilômetros, que ocorre há quatro anos, foi realizada na floresta de pedra do rio amarelo, perto da cidade de Baiyin. Durante o percurso, os corredores tiveram que passar por um trecho com ventos fortes, chuva de de gelo e granizo. Entre os mortos estavam maratonistas de elite, acostumados com trajetos de longa distância. Ao todo, 162 pessoas participaram da corrida. A tragédia gerou comoção nas redes sociais chinesas e muitos criticaram o governo de Baiyin pela falta de planejamento de contingência. Em nota, os organizadores do evento disseram que sentiram um profundo sentimento de culpa e auto censura, expressaram luto pelas vítimas e condolências aos familiares e feridos. O governo local abriu uma investigação para apurar com detalhes as causas das mortes.

*Com informações do repórter Vinícius Moura