Uma investigação do parlamento da Suécia concluiu que o país fracassou em diversos aspectos no combate à pandemia de Covid-19. Segundo relatório divulgado nesta quinta-feira, 3, o governo demorou a implementar um sistema de teste e rastreamento e falhou em proteger os idosos. O documento denuncia ainda a falta de coordenação entre autoridades nacionais e locais no enfrentamento à doença. Ao apresentar as conclusões, a presidente da comissão responsável pela investigação, Karin Enstrom, disse que a resposta do governo não foi suficiente. 

Estocolmo já admitiu falhas anteriores, sobretudo na proteção a idosos, e reconheceu que alguns dos problemas relatados pelo parlamento poderiam ter tido solução mais rápida. A politização do debate em torno do combate à pandemia aumenta à medida que se aproximam as eleições gerais do ano que vem. Ao contrário da média dos países europeus, a Suécia não adotou restrições rígidas, alcançando assim a maior taxa de mortalidade por Covid-19 entre os países nórdicos — mas inferior à maioria das nações do continente que entraram em lockdown em vários momentos. Cerca de um milhão de suecos tiveram Covid-19 e 14.500 morreram.

*Com informações da repórter Caterina Achutti