Pelo segundo ano consecutivo, a missa do Domingo de Ramos foi celebrada pelo Papa Francisco na Basílica de São Pedro, no Vaticano, quase vazia. Tradicionalmente, a cerimônia que marca o início da Semana Santa e leva à Páscoa, atrai dezenas de milhares de pessoas. Neste ano, no entanto, apenas cem fiéis e 30 religiosos puderam comparecer à celebração. A restrição acompanha as diretrizes contra a pandemia da Covid-19. Durante a missa, o Papa Francisco relembrou o choque vivido no ano passado e disse que a continuação da doença neste ano é ainda mais difícil. A tradicional procissão dos fiéis com ramos de oliveira também foi cancelada para cumprir as normas sanitárias. Atualmente, a Itália vive mais um lockdown nacional, previsto para terminar após a Páscoa.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini