O ex-presidente do Uruguai, José “Pepe” Mujica foi hospitalizado com urgência nesta terça-feira, 27, devido à uma espinha de peixe que ficou presa em seu esôfago. Segundo a imprensa uruguaia, os médicos tentaram remover a espinha no ambulatório, mas não tiveram sucesso. Por isso, aos 85 anos, Mujica passa por uma cirurgia, prevista para começar às 21 horas desta noite, em um hospital privado de Montevidéu. De acordo com a equipe médica que cuida do ex-presidente, considerando a simplicidade da operação, ele deve receber alta amanhã mesmo.

O incidente que culminou no procedimento cirúrgico aconteceu nesta segunda-feira, 26. Ao comer uma refeição com peixe preparado por sua esposa, a senadora Lucia Topolansky, Mujica engasgou, teve dificuldades para respirar e percebeu que uma das espinhas do animal havia ficado presa em seu esôfago. Em entrevista à mídia uruguaia, Topolansky reforçou que “foi cuidadosa na preparação” para remover todas as espinhas do prato. “Ontem ele estava comendo e sentiu isso. Foi comendo um filé de peixe sem espinha. Eu reviso o peixe, mas às vezes essas coisas acontecem”, disse a senadora ao “El Observador”. Um dos principais líderes da esquerda na América do Sul, Pepe Mujica foi presidente do Uruguai entre 2010 e 2015. Depois da Presidência, ele ainda atuou no Senado, mas se aposentou da vida política em 2020 para cuidar da saúde.