Reações simples à vacinas como gripe, estado febril e dores no corpo são normais, mas pessoas pelo mundo vêm apresentando algumas reações diferentes ao serem imunizados contra a Covid-19. No estado da Virgínia, nos Estados Unidos, um homem de 74 anos desenvolveu uma reação rara que causou uma erupção cutânea que se espalhou por todo o seu corpo. Richard Terrell, de Goochland, teve a pele da perna e braços avermelhada e descamando quatro dias depois de tomar a dose única da vacina da Johnson & Johnson, segundo a estação de notícias WRIC. “Comecei a sentir um pequeno desconforto na axila e, alguns dias depois, a ter uma erupção na pele com coceira e, depois disso, comecei a inchar e minha pele ficou vermelha”, disse Terrell ao tabloide. Logo a erupção cobriu seu corpo inteiro. “Tudo aconteceu tão rápido. Minha pele descascou”, completou. “Foi ardor, queimação e coceira. Sempre que dobrava meus braços ou pernas, como a parte interna do joelho, era muito dolorido onde a pele estava inchada e esfregando contra si mesma”, desabafou.

Os médicos que atenderam Terrell depois do aparecimento das erupções cutâneas disseram que ele teve uma reação adversa à vacina. “Excluímos todas as infecções virais, excluímos o próprio Covid-19, nos certificamos de que seus rins e fígado estavam bem e, finalmente, chegamos à conclusão de que a causa foi a vacina que ele recebeu”, revelou o Dr. Fnu Nutan. Segundo ele, a reação poderia levá-lo a morte se não fosse tratada. “A pele é o maior órgão do corpo e, quando fica inflamada como a dele, você pode perder muitos líquidos e eletrólitos”, disse Nutan. “Se você olhar para o risco de reações adversas com a vacina, é muito, muito baixo. Não vimos uma grande preocupação em tudo. Sou um grande defensor da vacina ”, tranquilizou.