As quatro pessoas que farão parte do primeiro voo espacial exclusivamente com civis se reuniram pela primeira vez nesta terça-feira, 30, no Kennedy Space Center da Flórida. Batizada de Inspiration4, essa viagem será realizada até setembro desse ano pela empresa aeroespacial Space X, quando os passageiros orbitarão o espaço durante três dias antes de retornaram para a Terra. Os quatro assentos já tinham sido adquiridos por um valor não divulgado pelo bilionário Jared Isaacman, de 38 anos, que foi o principal investidor do projeto. Depois de reservar uma passagem para si próprio, o CEO da empresa de pagamentos digitais Shift4 Payments deu o segundo bilhete diretamente à profissional da saúde Hayley Arceneaux, de 29 anos. Além de trabalhar no Hospital St. Jude para crianças com câncer, ela mesma já teve tumores ósseos durante a infância.

O terceiro lugar na viagem foi rifado entre os doadores dessa mesma instituição de saúde, mas o vencedor do sorteio acabou desistindo de embarcar na voo espacial e repassou o presente para o seu amigo Chris Sembroski, de 41 anos. Ex-membro das Forças Armadas dos Estados Unidos, ele atualmente trabalha como engenheiro de dados, mas também é conselheiro de um acampamento espacial para adolescentes. Já a quarta passagem foi dada como prêmio de um concurso cultural online organizado pela empresa de Jared Isaacman, que teve como vencedora a youtuber e professora universitária de ciências Sian Proctor. Formada em geologia, ela tentou se tornar uma astronauta da NASA três vezes sem sucesso, mas participou de simulações de missões a Marte no Havaí, experiência que a levou a escrever o livro “Refeições para Marte: Um astronauta analógico vivendo e cozinhando em uma missão simulada a Marte”.

A SpaceX, dos Estados Unidos, pretende realizar o primeiro voo espacial com civis até setembro de 2021

Interior da cápsula SpaceX Dragon, que será utilizada na primeira viagem espacial com civis

A cápsula onde eles ficarão, a SpaceX Dragon, está atualmente estacionada na Estação Espacial Internacional da NASA. A ideia é que, depois de lançada, ela atinja uma altitude de 540 quilômetros, ou seja, 75 quilômetros acima da Estação Espacial Internacional e no mesmo nível que o Telescópio Espacial Hubble. O bilionário Jared Isaacman atuará como piloto, mas todos os quatro terão que passar por um treinamento de seis meses antes de embarcarem.