Infectado pelo novo coronavírus, o presidente da Argentina, Alberto Fernández, está assintomático e apresenta um quadro de saúde estável, segundo boletim médico divulgado neste domingo, 4. “No dia de hoje, foi avaliado o presidente, que se encontra estável, assintomático, com parâmetros dentro dos critérios de normalidade”, diz o comunicado, que foi assinado pelo médico Federico Saavedra. A nota diz ainda que ele seguirá isolado e sob observação da equipe médica. Fernández foi infectado mesmo tendo recebido as duas doses da vacina Sputnik V. Entretanto, segundo Saavedra, o imunizante teve  o efeito esperado e fez com que o presidente tivesse um “quadro clínico leve”. No começo da madrugada deste sábado, 3, Fernández utilizou suas redes sociais para anunciar que, após sentir dores de cabeça e febre, fez um teste de detecção rápida de Covid-19 cujo resultado foi positivo. No sábado, o presidente realizou um novo exame, que confirmou o diagnóstico original. Ao longo do fim de semana, o argentino agradeceu as mensagens de apoio que recebeu de figuras políticas, como o ex-presidente Lula, o primeiro-ministro da Índia, Narenda Modi, e os chefes de governo de Chile, Cuba, Paraguai e Peru.

*Com informações da EFE