O Rio de Janeiro começa a vacinar nesta segunda-feira, 26, professores da rede particular. Profissionais com 59, 58 e 57 anos poderão receber o imunizante a partir de hoje. Até então a vacina estava disponível apenas para professores de escolas públicas. O secretário municipal de Educação do Rio, Renan Ferreirinha, explicou que outros profissionais de ensino também poderão ser imunizados. “A vacinação é para todos os profissionais da educação. Professores, merendeiros, secretários, terceirizados, todos. Até porque a educação é feita por todos. Aqui no Rio, educação é prioridade.” Para receber a vacina contra a Covid-19, o profissional deve apresentar um documento com foto e o último contracheque. De acordo com a prefeitura do Rio, o calendário para profissionais da educação ficou assim:

Dia 26 de abril: Mulheres com 59 anos de idade
Dia 27 de abril: Homens com 59 anos de idade
Dia 28 de abril: Mulheres com 58 anos de idade
Dia 29 de abril: Homens com 58 anos de idade
Dia 30 de abril: Mulheres com 57 anos de idade
Dia 1º de maio: Homens com 57 anos de idade

Em São Paulo, a vacinação de educadores começou no dia 12 de abril tanto para a rede privada quanto para a pública. A imunização ainda está na primeira etapa e engloba, além dos professores, outros profissionais que atuam presencialmente na Educação e tenham mais de 47 anos. O presidente do Sindicato das Escolas Particulares de São Paulo, Benjamin Ribeiro, considerou a imunização dos professores como essencial. “Eu acho de extrema importância porque a educação é um instrumento extremamente necessário. As crianças estão sofrendo. Essa vacinação é importante para que voltem os professores e também os alunos. Apesar dessa volta parcelada, já é um grande ganho.” Benjamin Ribeiro disse que, diante da importância da educação, a vacinação de professores deveria ter vindo antes e tem a expectativa de que logo todos os profissionais serão imunizados.

*Com informações da repórter Camila Yunes