Mais de 10 mil multas foram aplicadas pela Prefeitura do Rio de Janeiro durando o recesso prolongado que terminou no último domingo, dia 4. O objetivo do super feriado era reduzir a circulação de pessoas e a disseminação da pandemia de Covid-19. Foram 10.238 autuações aplicadas por órgãos da prefeitura entre infrações de transito, reboques, pessoas circulando sem máscara de proteção, recolhimento de mercadorias, infrações sanitárias e interdição de estabelecimentos. Ao todo, durante todos os dias, 130 comércios foram interditados e quase 820 multas foram aplicadas a bares, restaurantes e lanchonetes.

Na orla do Rio de Janeiro continua valendo a regra: só pode frequentar a praia para atividades individuais no mar ou na areia. Apesar disso, segundo o secretario de Ordem Pública da cidade, Brenno Carnevale, a maioria da população vem colaborando com as restrições impostas que valem até quinta-feira, 8, e começam a ser flexibilizadas a partir da sexta, 9. “Infelizmente algumas pessoas descumpriram o decreto. Mas muitas pessoas, pelo contrário, dão apoio às medidas e valorizam o servidor que está fazendo o trabalho de fiscalização, se expondo neste momento de dificuldade.” O Estado do Rio de Janeiro tem cerca de 38 mil óbitos por Covid-19 e mais de 660 mil casos de pessoas infectadas ao longo de mais de um ano de pandemia.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga