Uma força-tarefa da Secretaria de Segurança Pública vai investigar o roubo de 98 doses da vacina contra a Covid-19 de uma unidade básica de saúde (UBS) na Zona Sul de São Paulo. Bandidos armados entraram no local no fim da tarde e fugiram levando o lote. Segundo informações da polícia, ação dos criminosos foi rápida. Um homem entrou sozinho na UBS e perguntou para uma enfermeira se poderia ser vacinado. Logo em seguida, o criminoso mostrou a arma e anunciou o roubo. A fuga foi flagrada por câmeras de segurança, que registraram quando um dos ladrões saiu correndo até encontrar o outro comparsa que estava de moto. A dupla fugiu em seguida.

A unidade é administrada pela Prefeitura da capital paulista e a segurança está a cargo da Guarda Civil metropolitana. O subinspetor da GCM, Balençuela, fez um alerta para que a população tome cuidado com vacinas oferecidas por estranhos. “Talvez o mesmo não tenha ciência que, ao retirar a vacina do acondicionamento correto, ela se perde, ela já não tem o efeito para qual foi criada. Então ele ainda corre o risco de propagar doenças em pessoas que fizerem uso”, disse. Apesar do roubo, segundo a secretaria municipal da saúde, o atendimento na unidade segue normalmente.

*Com informações da repórter Caterina Achutti