O psicanalista e escritor Contardo Calligaris faleceu nesta terça-feira, 30, aos 72 anos. A informação foi confirmada pelo filho de Contardo, Max Calligaris, em suas redes sociais. “‘Espero estar à altura.’ Diante da proximidade da morte, essa foi a frase do meu pai. Ele se foi agora”, escreveu. Na segunda-feira, 29, Max usou seu Instagram para desmentir boatos da morte do escritor. Ainda na segunda, a Folha de São Paulo, jornal no qual Contardo era colunista, publicou uma nota informando que o escritor passava por um “tratamento de saúde” e que voltaria a escrever “tão logo fosse possível”. A última coluna foi publicada em 17 de fevereiro. Contardo estava tratando um câncer no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A instituição, porém, ainda não divulgou detalhes sobre a morte. Nascido em Milão, na Itália, o psicanalista veio ao Brasil em 1986, após a edição de seu livro “Hipótese sobre o fantasma”. Em suas viagens ao país, ele conheceu e se casou com a atriz Mônica Torres.