A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) prevê receber neste sábado, 22, um carregamento de Ingrediente Farmacológico Ativo (IFA) para a produção da vacina da Universidade de Oxford/AstraZeneca. A fabricação do imunizante pela Fiocruz foi interrompida na última quinta-feira, 20, por falta do insumo, e deverá ser retomada entre a próxima terça e quarta-feira. Isso porque o IFA, que vem da China, precisa ser analisado e descongelado antes de iniciar a produção. Além desta remessa, a fundação receberá outra, o que será suficiente para 12 milhões de doses, que irão assegurar as entregas de imunizantes até a terceira semana de junho. Nesta sexta-feira, 21, a Fiocruz entregou mais 6,1 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca ao Ministério da Saúde. Destas, 374 mil doses foram direcionadas para o Rio de Janeiro e o restante foi enviado para um almoxarifado designado pela pasta. A fundação disse que já chega a chega a 41,1 milhões o número de vacinas disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). São 37,1 milhões de doses processadas pela instituição e 4 milhões de doses importadas da Índia.