Governo do Estado de São Paulo autua 99 festas e comércios irregulares em 13,9 mil fiscalizações no período de sexta-feira, 26, ate segunda feira, 29. Alguns locais foram fechados por funcionamento irregular e descumprimento de protocolos sanitários por conta da Covid-19. A ofensiva para coibir festas clandestinas e aglomerações mobiliza agentes públicos estaduais e municipais em todas as regiões do Estado. No mesmo período, a Policia Militar autuou na capital, litoral e interior em 147 ações de apoio à Vigilância Sanitária e nove mil dispersões com quase três mil pontos de aglomeração.

A Vigilância Sanitária estadual inspecionou três mil pontos comerciais, aos quais 61 foram autuados e seis interditados. O Procon vistoriou 678 estabelecimentos e autuou 36 por desrespeito a restrições de circulação e descumprimento de medidas sanitárias. Na capital, a Guarda Civil Metropolitana deu apoio a fiscalização municipal na vistoria de 44 locais com duas autuações, além de 19 estabelecimentos interditados e outros oito lacrados. A força-tarefa ressalta que as denuncias podem ser feitas pelo telefone 0800 771 3541 e no site do Procon de São Paulo.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos